Editora Casarão do Verbo


casarão | títulos

A GUERREIRA DA LAPINHA

Uma comovente história contada por um dos melhores escritores de sua geração. A guerreira da Lapinha apresenta duas histórias paralelas: a da guerreira histórica que teve papel crucial na expulsão das tropas portuguesas da Bahia na luta pela Independência e a de uma contemporânea Maria Quitéria que enfrenta nas ladeiras de Salvador a repetição de preconceitos e tiranias na luta pela plena liberdade.

Autor: Elieser Cesar
Genero: Romance
Páginas: 92
Formato: 15x23cm

inúteis luas obscenas

Conheça o Surdo, um personagem que lhe importunará por muito tempo. Talvez não seja de todo surdo. Talvez a sua presumida surdez resulte do estrondo de turbulências íntimas. Surdo ou fingidor, ele tem os ouvidos abertos para a vida. O Surdo lê, pensa e é capaz de tiradas filosóficas. Na verdade, não são os ouvidos entupidos, mas uma sabedoria inata (e livresca) que lhe estorva a ânsia de comunicação. Quer ouvir e se fazer ouvido, só que o mundo se fecha e as pessoas são más, ou alheias.

Autor: Hélio Pólvora
Genero: Romance
Páginas: 248
Formato: 16x23cm

além do espelho

Olhar cuidadosamente as imagens, penetrar nos seus meandros, estabelecer conexões e buscar um sentido é a proposta da professora Vanessa Brasil Campos Rodríguez em Além do espelho: análises de imagens de arte, cinema e publicidade. O livro oferece aos apaixonados por boa leitura um material de investigação diferenciado sobre obras do Renascimento e do Barroco, além de grandes filmes e inesquecíveis anúncios publicitários.

Autor: Vanessa Brasil Campos Rodrigues
Genero: Ensaio
Páginas: 144
Formato: 17x22cm

As baianas

Entre noiva e piriguete, santinha e bandida, guerreira e putinha, seis narrativas compõem a coletânea As baianas. São seis olhares distintos sobre cenários e personagens igualmente peculiares. O jornalista e escritor Xico Sá confessa, na apresentação do livro, jamais ter feito viagem tão afetiva e esclarecedora como a que fez ao ler esse livro.

Autor: Vários (antologia)
Genero: Conto
Páginas: 152
Formato: 16x23cm

escrivinhações de samuel, o eterno

Samuel é o próprio Macunaíma redivivo. Retrato do povo em toda sua malícia, engenhosidade e vontade de viver. Ingênuo ou malandro, Samuel, o incorrigível, tem dificuldade em distinguir o certo do errado, o supérfluo do essencial. Perambula ora pelas ruas do Rio, ora pelas ruas de Tóquio e à noite faz balanço da existência buscando dar sentido a tudo que tem visto e vivido.

Autor: Antonio Calloni
Genero: Conto
Páginas: 128
Formato: 15x23cm

Don Solidon

Don Solidon é o testemunho da formação existencial de alguém que poderia ser qualquer um de nós. Talvez seja um romance policial com o mistério guardado até o desfecho. Seja qual for a trilha, Don Solidon faz perguntas, tenta respostas e afunda em perplexidades. Em capítulos curtos, com uma ironia porventura machadiana e um sarcasmo típico de escritores ”malditos”, este romance deixa marcas. Quem procura cenas dramáticas de alta voltagem irá de se sentir emocionalmente tocado, quem sabe agredido.

Autor: Hélio Pólvora
Genero: Romance
Páginas: 280
Formato: 16x23cm

A suave anomalia

A suave anomalia é um romance denso, escrito com firmeza por um escritor que apresenta uma habilidade incomum para elaborar tramas e delinear seus personagens. Márcio Matos conseguiu fazer desse romance de estreia uma poderosa crônica de costumes estruturada e escrita para se instalar na cabeça do leitor, exigindo-lhe espaço e atenção.

Autor: Márcio Matos
Genero: Romance
Páginas: 232
Formato: 15x23cm

história do Brasil vira-lata

O que é Brasil? O que é ser brasileiro? História do Brasil Vira-Lata representa o mais completo inventário já realizado sobre a tradição autodepreciativa na história do Brasil, indo do choque com o atraso dos índios à supervalorização do imigrante europeu e ao mito da sexualidade exacerbada. Obra em linguagem literária que destrói mitos falsos, como Tiradentes, e que demonstra de onde vem tanto desamor pelo próprio país.

Autor: Aurélio Schommer
Genero: Romance
Páginas: 288
Formato: 15x23cm

Diasporá

Diasporá gira em torno de uma ferrenha batalha política. O foco, em narrativa atemporal, é a disputa de poder pelo controle da terceira mais populosa capital do país, Salvador, cantada em versos como a Roma Negra dos trópicos. De um lado, um intelectual negro, ex-favelado; do outro, um branco bem-nascido, filho de imigrantes judeus. Personagens envoltos nos próprios problemas e interesses, em conflito com adversários, mas, acima de tudo, consigo mesmos, destilando vilanias, dores, ambições, frustrações, desejos e paixões.

Autor: Fernando Conceição
Genero: Romance
Páginas: 400
Formato: 15x23cm

 

O ESCRITOR NA VITRINE